quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Eu, a dar uma bélha


Não gosto nada daquele paleio de "no meu tempo é que era" mas, 9 anos de "casa aberta" já me dá o direito de ter essa visão. A verdade é que tenho saudades do tempo em que procurava na net e nos blogs da malta que ainda não fazia (ou gostava de fazer) da coisa profissão, sugestões, dicas, indicações de alguma coisa e, nos resultados da pesquisa, encontrava opiniões que eram fruto de experiências pessoais... Agora o que encontro são sugestões que surgem de "parcerias" o que torna tudo muito mais imprevisível.
A questão é que daqui por uma semanita a Sardanisca maior entra de férias e o Homem começa a trabalhar. Isto quer dizer que vou estar três semanas sozinha com as duas. Depois de ter entrado e saído da assistolia comecei a elaborar um plano com o pouco que conheço de Lisboa, sendo que, a versão kids friendly da capital é-me completamente desconhecida e, como estava a dizer, é tramado encontrar opiniões isentas... vai daí tenho de fazer-me à vidinha e desenrascar-me. Para já, e porque não somos menos que ninguém, vamos iniciar as nossas próprias parcerias (unilaterais) com o Oceanário, Zoo, Quinta Pedagógica dos Olivais, Cinema, Jardins da Gulbenkian, Jardins do Marquês de Pombal, Pavilhão do Conhecimento... . Se sobreviver à experiência de ocupar o tempo de uma garota de 4 anos enquanto tento manter saudável uma bebé com 1 mês, conto como foi.

5 comentários:

  1. Acho que anda muita gente a chegar a mesma conclusão. Os blogs (alguns) estão cada vez mais cheios de parcerias e ás tantas o blog é apenas acerca de marcas isto e marcas aquilo. Saudades do tempo em que ia para blogs para ler e desanuviar do dia a dia.

    Blog - Desabafos e Coisas

    ResponderEliminar
  2. Se precisares de uma mãozinha diz... ;) se quiseres podemos tentar combinar alguma coisa.
    um grande beijinho e boas férias.

    ResponderEliminar
  3. Opá, li o post que escreveste a seguir a este, mas este escapou-me. E curiosamente tenho andado a matutar no mesmo há umas semanas. A vontade de recomeçar um blog tem vindo a crescer, mas desde a altura em que escrevia (e ainda foram 6 anos!) a internet mudou muito! Agora ter um blog é fashion e faz-se disso profissão. Perderam-se os relatos "inocentes" de outras vidas, que íamos acompanhando, quase se conhecêssemos as pessoas pessoalmente! Hoje são relatos com títulos mediáticos a puxar ao clique, são posts repletos de publicidade pouco subtil... E depois é a maldade que agora mora na internet, as pessoas já eram assim vazias e mesquinhas, ou ficaram assim entretanto? Bah.

    Débora

    ResponderEliminar
  4. Ps. Gabo-te a coragem! Eu limitar-me-ia a ficar em clausura, com o mínimo de saídas possível, para minimizar os "estragos" a 4 paredes ;)

    Débora

    ResponderEliminar

Aviso à navegação: como sou eu que mando neste estaminé, quando não gostar dos comentários não os vou publicar. Temos pena mas é a vidinha. Todos os outros comentários são bem-vindos!